ITALIA VEGAN

“ROTEIRO VEGAN” DE VIAGEM PARA A ITÁLIA

EU AMO A ITÁLIA!

romait3filtroEU EM ROMA NO VERÃO DE 2004

Fiz duas maravilhosas viagens para Itália. A primeira foi um presente que recebi do meu pai  em 2002. Ele me presenteou com uma viagem para passar três meses neste lindo e encantador país. Em 2004, uma ex-colega de museologia, Ana Tereza,  me perguntou se eu queria concorrer a uma viagem com tudo pago pela PromoFirenze através do IPAC em Salvador-BA, com o objetivo de fazer um curso de técnicas de mosaico em Firenze, na conceituada escola de restauração de obras de arte, o Opficio delle Pietre Dure. Concorri com dois restauradores e felizmente fui a escolhida. Então, passei também três meses nesta linda cidade, que é a minha preferida.
Na época em que fiz estas duas viagens para itália, eu ainda era ovolactovegetariana. Podem acreditar! Na Itália tinha mais opções de comida vegetariana que no Brasil. Os italianos tem uma infinidade de massas, risotos, molhos e saladas que nós podemos comer. Na época tomei deliciosos sorvetes, mesmo eu tendo intolerância a lactose, tomei todos. rsrsrsrsr Agora que sou vegana, não posso mais tomar os sorvetes feitos com leite de vaca. Então, fiz uma pesquisa em um site italiano, o Pagine Vegan e descobri que algumas sorveterias italianas, como a Perchè No!, tem uma linha de sorvetes veganos deliciosos. BELEZA! UHUUUU…KKKKKK

 

eu_amo_italia_bandeira_do_coracao

Sou fanática pela Itália! A boa notícia para os apaixonados por este país lindo é que os vegetarianos, ovolactovegetarianos e até mesmo os veganos tem um leque variado de alimentos, que podem ser facilmente encontrados em diversas cidades italianas. Então, resolvi fazer um Roteiro de viagem Vegan, especialmente para aqueles que não se alimentam de animais e seus derivados,  e pretendem visitar este país incrível, que mora no meu coração e não paga aluguel.
Por este motivo, embora eu tenha viajado para mais de 10 cidades italianas, escolhi aquelas que são as mais visitadas para fazer um guia turístico, incluindo alguns locais específicos para veganos como restaurantes, lanchonetes e as deliciosas sorveterias italianas. Para este post não ficar muito longo e cansativo, publiquei em 5 postagens, os roteiros das cidades: Roma, Firenze, Assisi(Assis em português), Nápoles, Pompéia, Herculano e Veneza.

*Para ver todos os roteiros CLIQUE AQUI

 Coloquei no final de cada roteiro, algumas opções de restaurantes, lanchonetes, sorveterias e outros locais para comer e comprar alimentos veganos. Como não disponho de tempo para fazer uma grande pesquisa, resolvi fazer um post apresentando um site italiano  sensacional, o PAGINE VEGAN, onde você pode fazer uma busca de lugares vegans da Itália e de outros países da Europa. Sugiro que antes de viajar para a Itália ou outros países, visite o Pagine Vegan e anote os endereços dos points veganos de cada cidade que você for visitar.

VALE A PENA VISITAR O PAGINE VEGAN!

paginevegan-logo

INFORMAÇÕES ÚTEIS PARA CURTIR MELHOR A ITÁLIA
Imaginando que você desça em Roma, aqui está um guia de viagem para você conhecê-la e algumas cidades próximas. Escolhi algumas cidades que você chega em 1 hora ou no máximo 3 horas.

Existem diversas cidades próximas a Roma, mas vou falar apenas daquelas que conheci melhor. As cidades que visitei e estão perto de Roma são as seguintes: Firenze, Assisi (cidade de São Francisco de Assis), Nápoles, Pompeia e Herculano. Estas duas últimas cidades, Pompéia e Herculano, não as visitei, mas fiz um roteiro para elas, por serem muito visitadas e interessantes. Se eu fosse você, depois de conhecer Roma, eu escolheria em primeiro lugar a maravilhosa FIRENZE, e depois Assisi(Assis em português) e Nápoles.  Partindo de Nápole é bem fácil chegar a Pompéia e Herculano. Como sou apaixonada por Firenze, fiz um roteiro especial para a minha querida cidade.

Firenze é a melhor cidade da Itália. Imperdível!

Foto: Reprodução
OBS: Antes de descrever os principais pontos turísticos de Roma, bem como Firenze, Nápoles, Assis e Pompéia, acho importante dar algumas informações, que vai te fazer economizar alguns euros e também evitar que você fique decepcionado com a comida “italiana”, que é servida para turistas nos pontos turísticos de algumas cidades, especialmente Firenze, Roma e Siena. O ideal é sempre comer em restaurantes frequentados por italianos, pois são nestes locais que tem a verdadeira e deliciosa culinária italiana. Encontrei algumas informações muito úteis e interessantes sobre as cidades italianas no Guia Itália da Folha de São Paulo e resolvi colocá-las aqui para você aproveitar melhor os passeios turísticos.

*Como viajar melhor na Itália:

* Os trens: Primeiro, quando você chegar em alguma estação de trem de Roma, procure comprar o “Biglietto Chilomettrico”. É uma espécie de “talão” semelhante aos talões de cheque, onde cada folha é um bilhete de trem para trens regionais que são os baratos e populares. São excelentes e rápidos. Se quiser viajar mais rápido ainda, basta comprar os bilhetes avulsos do trem Eurostar, que é rápido como uma bala. rsrsrsr Quando eu estava dentro de um trem regional e passava o EuroStar, somente conseguia vê-lo por alguns segundos de tão rápido., rsrsrsr, mas este trem não consta no talão das passagens do Biglietto Chilométrico. rsrsrsrsrsr

Eurostar

italia_TRENO_ITALIA

Como funciona o Biglietto Chilométrico

O Biglietto Chilometrico é um “talão” com passagens para trens regionais. Custa em media 117 euros para 2ª classe e permite fazer viagens de 3 mil km ou viajar para 10 a 20 cidades italianas. Tem a maravilhosa vantagem de ser usado por até cinco pessoas, ou seja, você pode colocar de graça mais cinco amiguinhos para curtir a Itália. rsrsrsrsr Comprei meu Biglietto Chilométrico em 2002, acho que custou 114 EUR, na Estação Santa Maria Novella de Firenze, e sem pagar mais nada, viajei de trem para Siena, Pisa, Pontassieve, Prato, Gênova, Veneza, Verona, Milão, Monza, Nápoles, Ferrara, Roma… Dá para viajar até mais que 10 cidades, dependendo da distancia.
* Os mapas das cidades: procure adquirir o mapa de cada italia_simbolo_infocidade que visitar, no aeroporto, pontos turísticos ou em uma estação de trem, nos Postos de informação ao turista. Normalmente, tem na porta do local o símbolo internacional de informação.

 

MAPA TURÍSTICO DE FIRENZE

ITALIA_Mapa Florença

 

ITALIAmapa-italia

*Os ônibus: os ônibus na Itália tem um sistema de passagens muito legal. Assim que você chegar em cada cidade, vá até uma banca de revista, mercado ou tabacchi, que  tudo quanto é lugar – em italiano tabacaria se chama Tabacchi – e peça “biglieto” per autobus.
Os pontos de vendas fecham depois do almoço. Então, é melhor sempre comprar logo a quantidade que vai usar na cidade. Se for ficar apenas um dia na cidade, peça “uno bigleto 24 ore”, mas caso fique vários dias é melhor pegar um bilhete com prazo de validade de uma semana.
Se não me engano, acho que tem biglieto também para dois dias. Com esta passagem de ônibus, você pode pegar quantos ônibus desejar sem pagar mais nada. Porém, assim que entrar no ônibus, deve registrá-lo na máquina de registro de bilhetes, pois se um fiscal entrar no ônibus e ver que você não registrou o bilhete, se prepare para pagar uma multa bem cara.
* Visitas às igrejas e outros pontos turísticos: Não é permitido visitar igrejas com saias curtas, shorts, camisetas regatas ou aquelas que mostram o decote e ombros. Em algumas igrejas você receberá uma espécie de “túnica” para cobrir o corpo, mas se não tiver, você será barrado na porta.
É sempre bom também levar um casaco para os passeios, pois existem locais muito frios, como as Catacumbas de San Callisto em Roma, que estão situadas até 10 metros abaixo do solo e tem uma temperatura baixíssima para conservar os artefatos e corpos. Por sorte, quando visitei as Catacumbas, eu tinha levado o casaco.
* Faça seu registro no Albergue da Juventude: mesmo que você vá ficar hospedado em um hotel, faça sua carteira do Albergue da Juventude na sua cidade ou em algum albergue italiano, quando chegar na Itália. Ter esta opção me salvou algumas vezes de ter que dormir na rua em plena verão, por falta de vagas em hotéis e pensões.
Caso resolva ficar mais tempo na Itália, ou surja algum imprevisto, você terá a opção de se hospedar em albergues muito legais. Alguns são em castelos e casas antiquíssimas do século XV, como é o caso do albergue de Assisi. Tem também o maravilhoso albergue Villa Camerata de Firenze, que está dentro de uma espécie de reserva ecológica, com uma linda vista para as colinas de Fiezole.
O café da manhã está incluso em todos os albergues da juventude. O almoço e jantar é vendido nos albergues, sendo uma ótima opção, pois a comida é bem barata e uma delícia. Comi macarronadas e saladas deliciosas nestes albergues. No albergue de Verona – como viajei para a Itália antes de me tornar vegana – fizeram comida ovolactovegetariana especialmente para mim. Na época eu ainda comia ovos e queijo.
Então, fizeram pelo mesmo preço do almoço tradicional, pratos italianos especialmente para mim. Comi purê de batatas, omelete, salada e macarronada al pomodoro e suco. Me dei bem! KKKKK Os outros hóspedes ficaram rindo, dizendo que não era justo, e que eu era a preferida dos funcionários do albergue. KKKKKKK Este é uma dos motivos de eu adorar a Itália. OS ITALIANOS ME MIMAM MUITOOOOOO… rsrsrsrsr

*Endereços dos Albergues da Juventude de Salvador:

* Albergue das Laranjeiras: R. da Ordem Terceira, 13 – Pelourinho. http://www.laranjeirashostel.com.br/
* Albergue do Rio Vermelho: R. da Fonte do Boi, 26 – Rio Vermelho, Phone:(71) 3334-5262
* Albergue da Barra: Rua Athur Neiva, 04, Barra. Tel: 71 3245-2600.
 O ALBERGUE VILLA CAMERATA EM FIRENZE
italia_VILLACAMERATA1
Foto: Reprodução
italia_Villa-Camerata-Hostel-reception
Foto: Reprodução
* O Vila Camerata tem quartos separados para mulheres e homens, mas você pode também pegar um quarto individual.
*Só tem que tomar cuidado, porque é mal assombrado. KKKKK As portas dos quartos se fecham sozinhas na sua frente, tranca a fechadura e tudo. KKKKKKK No dia que aconteceu comigo, era um belo final de tarde. Estava no meu quarto sozinha, apreciando encantada, a bela paisagem com o por do sol banhando as colinas de Fiesole.
Subitamente, a porta abriu bem devagar e depois fechou, trancando-a. Pensei: – Que vento inteligente! Fiquei apavorada! kkkkkkk Já tinha ouvido as histórias da existência de fantasmas em Villa Camerata. Mesmo assim, ainda usei meu lado racional e corri rápido para ver se era alguma pessoa brincando comigo, mas para a minha surpresa não tinha ninguém no andar onde eu estava. Naquele horário, estavam todos visitando o centro de Firenze. Então, não quis conhecer o meu “amiguinho” do outro mundo, e saí correndo do quarto. Somente voltei a noite quando as meninas tinham chegado para dormir. KKKKKKKK
* O albergue de Roma, chamado Foro Italico, está instalado em um prédio novo e não é mal assombrado. Não gostei! KKKKKKK Brindadeirinha! Ele é legal! Este albergue fica perto da Vila Olímpica, no endereço: Viale delle Olimpiadi 61. Os ônibus para chegar no local são os números: 32, 280. Metrô: LINHA A – OTTAVIANO (quando chegar em Ottaviano, pegue o ônibus 32). Não adianta perguntar aos motoristas de ônibus, pois eles dizem que não conhecem a própria “linha” deles. Não entendo, porque o ônibus pára bem perto do albergue de Roma. Tem que pedir informação para as pessoas dentro do ônibus. rsrsrsr
italia_ostello_roma
Albergue de Roma: Foro Italico / Foto: Reprodução

 *INFORMAÇÕES: ROMA, FIRENZE, NÁPOLE, ASSISI E POMPÉIA

* Além destas cidades é possível ficar em Firenze e todos os dias visitar pelo menos duas cidades próximas. Se tiver tempo, visite Pisa e Siena. No final da tarde, retorne para Firenze e durma no Villa Camerata. rsrsrsr
       MAS TOME CUIDADO COM OS FANTASMAS! KKKK

ITALIA_CAES_FANTASMINHAS

Para ver o roteiro de Roma, Firenze, Nápole e Assisi

BOTAOCLIQUEAQUIRAPIDO

Anúncios