Arquivo da categoria: TERAPIA FLORAL PARA ANIMAIS

Animais e humanos em equilíbrio com Terapia Floral

Animais e humanos  em equilíbrio com Terapia Floral

Foto: Getty Images
Foto: Getty Images
Por Kátia Monteiro
Os 38 Florais de Bach são essências que foram desenvolvidas nos anos 20 e 30 pelo homeopata e bacteriologista inglês Edward Bach, no Bach Centre em Mount Vernon na Inglaterra. Os florais são utilizados por profissionais de diversas  áreas ligadas à saúde como medicina, psicologia e veterinária, entre outras. As essências agem sobre os estados emocionais de homens e animais e podem ser utilizadas até mesmo para estimular as atividades vitais das plantas.
Reconhecidos pela Organização Mundial de Saúde, os florais de Bach atuam da superfície para a profundidade, fazendo com que a partir de estados conscientes, aflorem os sentimentos inconscientes. A forma como os florais atuam sobre os seres vivos é por meio do estímulo de reações energéticas, físicas e psíquicas. Sua ação pode durar de horas a dias, tudo vai depender da sensibilidade do indivíduo.
Edward Bach tinha como princípio básico, que a enfermidade é o resultado de um desequilíbrio emocional, que modifica o campo energético das pessoas. Se esse desequilíbrio não for tratado, poderá provocar alterações no corpo físico. Esse conceito faz parte das medicinas ligadas às tradições milenares como a chinesa, hindu e islâmica. É possível uma pessoa se automedicar com os florais. Entretanto, os médicos aconselham que nos casos de desequilíbrio intenso ou doenças graves, deve-se procurar ajuda de um profissional habilitado.
A ginecologista e diretora da Clínica da Família de Salvador, Dra. Maria da Conceição Rocha, passou a utilizar em seus pacientes os Florais de Bach, depois de ter se curado de uma disfunção cardíaca grave considerada incurável, utilizando as essências de Bach. “Como sabia que a origem do meu mal era emocional, procurei um especialista em florais. Fui medicada e em uma semana estava curada”, afirma.
Para Maria da Conceição, os florais de Bach melhoram a compreensão da vida e levam o paciente a se harmonizar com o ambiente e consigo mesmo. Conceição explica que crianças reagem melhor ao tratamento por estarem mais desbloqueadas mentalmente, e os animais e plantas também respondem positivamente a terapia. “Os florais ajudam o organismo a vibrar num outro tom com mais harmonia. Se a pessoa resiste, pode não perceber a melhora, mas sempre acontece uma mudança energética. Se está usando uma medicação, ela vai agir mais intensamente”, afirma.

Florais: gotas de energia que curam

floraisNo livro Enciclopédia Compacta da Cura pelas plantas – com Florais de Bach, do Dr. E.A. MauryChantal de Rudder, a cura dos estados emocionais em desequilíbrio ocorre, porque ao tomar uma ou mais essências florais, o paciente passa a ter maior consciência dos seus processos psíquicos. Isto faz com que o indivíduo sofra mudanças nos sentimentos, de forma que a inveja se transforma em admiração, o medo em atenção, a insegurança em cuidado, o ódio em amor.
 Segundo Talita Margonari Laruzzi, arquiteta, terapeuta floral com especialidade em antroposofia e administradora do laboratório brasileiro dos Florais de Sant Germain, as doenças – que não são de origem genética – são manifestações de experiências não superadas no campo emocional. Estes sentimentos causam bloqueios energéticos e os florais agem desbloqueando e elevando os padrões vibratórios. “Não existe qualquer contra indicação na aplicação dos florais. O floral é literalmente uma gota de energia e luz, que atua nos pontos fragilizados de nosso campo bioenergético”, afirma Margonari.
O Brasil tem realizado pesquisas sobre florais e como resultado surgiram essências como os Florais de Minas Gerais e os Florais de Sant Germain. O sistema de Minas Gerais com mais de setenta flores foi o primeiro desenvolvido no Brasil em 1989 por Breno Marques e Ednamara Batista, com base nas essências do Dr. Edward Bach. Desde 1992, a arquiteta, artista plástica e terapeuta floral Neide Margonari pesquisa e produz a linha de essências Florais de Sant Germain composta por 80 flores, que atuam na transformação, limpeza e elevação dos estados mentais e emocionais negativos dos indivíduos.

 

Os Florais utilizados na medicina veterinária

 

gato Shironeko
Foto: Getty Images / Gato Shironeko
Os Florais de Bach e outros como Florais de Minas e Sant Germain – produzidos no Brasil – tem sido utilizados na medicina veterinária, devido aos animais possuírem emoções iguais aos seres humanos como ciúme, raiva, agressividade, medo e tristeza. Doenças como câncer, cinomose, obesidade, sarna de ouvido e infestações por pulgas e carrapatos tem sido tratadas com o auxílio das essências florais.
A veterinária Maria Leonora Veras de Mello, afirma que não existe contra-indicação para a utilização dos florais em animais. Sua ação pode ser explicada a partir dos princípios das terapias vitalistas e vibracionais como a Homeopatia, a Acupuntura e o Reiki. A energia contida nas flores liberada através de processos laboratoriais, age sutilmente no duplo etérico do animal, reequilibrando o fluxo de energia. “Haverá melhora física com o uso de florais, porque o emocional se estabilizou e o fator desencadeante dos sintomas foi corrigido”, afirma.
Embora utilize os florais nos seus pacientes, Leonora não acredita que apenas a sua utilização possa curar os animais com doenças graves como o câncer. Ela explica que a terapia Floral serve como auxiliar a outras terapias, por preservar e equilibrar o emocional do paciente. “A Terapia Floral, em casos mais graves de doenças físicas, deve ser associada a tratamentos  mais eficazes. Deve-se levar em conta que não conseguimos penetrar totalmente nos distúrbios emocionais de nossos amigos animais. Temos de fazer suposições e interpretações para prescrever algum medicamento”, afirma.
Os veterinários recomendam não adicionar conservantes (conhaque) nos florais feitos para os animais, pois as soluções alcoólicas os fazem babar. Nesse caso é preferível diluir a essência em água mineral. Segundo Leonora, os florais também podem ser preparados em glicerina em vez do brandy. Cães e gatos tomam em média quatro gotas duas vezes ao dia, enquanto que animais de grande porte como cavalos precisam ingerir 10 gotas. As essências podem ser colocadas na água do bebedouro; na boca em situações de emergência ou stress; em compressas sobre hematomas ou no mel para pássaros e borboletas.

Para que servem os florais de Bach:

Medo

Rock Rose: medo, pânico, terror e emergências graves.
Aspen: medos vagos e sem explicação. Maus pressentimentos e ansiedade.
Cherry Plum: medo de perder o controle ao ponto de machucar a si mesmo ou alguém.

Red Chestinat:
medo de que ocorram coisas ruins com as pessoas que ama ou preocupação excessiva pelos outros.
Insegurança

Cerato: falta de confiança em si para tomar decisões.
Gorse: desiste facilmente dos seus objetivos, desesperança e pessimismo.
Gentian: desânimo diante de qualquer obstáculo. Falta de fé e dúvida.
Scleranthus: indecisão em relação a duas opções, hesitação e incerteza.

Wild Oat:
não sabe que caminho seguir na vida. Dificuldade em escolher uma vocação, insatisfação e incerteza.
Falta de interesse no presente
Mustard: melancolia sem explicação, que pode causar estados depressivos.
Clematis: vive distraído e sonhando acordado. Desinteresse e apatia.

Chestnut Bud:
repetição dos mesmos erros. Não aprende com a experiência.

Honeysuckle:
nostalgia, saudade. Vive de lembranças passadas.

Olive:
esgotamento físico e mental.
Wilde Rose: não se esforça para melhorar e não luta por nada. Conformismo e resignação.

White Chestnut:
pensamentos persistentes que atormentam.
Solidão
Water Violet: para quem é orgulhoso, reservado e prefere ficar sozinho.

Heather:
pessoa que detesta ficar sozinha. Precisa contar seus problemas para todos e preocupa-se em excesso consigo mesmo.
Impatiens: ansiedade, irritabilidade e impaciência.
Sensibilidade excessiva as opiniões dos outros

Walnut:
necessidade de proteção em fases de mudança, puberdade, menopausa, divórcio.
Holly: raiva, ódio, inveja, ciúme e desconfiança. Trabalha o amor que valoriza todas as coisas e dá sentido a vida.
Centaury: para quem é fraco e procura proteção de alguém mais forte. Ansioso por agradar ou servir. Descuida de si para agradar os outros.

Agrimony:
não assume seus sentimentos e possui grande angústia interior sob uma aparência alegre.
Desalento ou Desespero

Sweet Chestnut:
sentimento de haver chegado ao limite em momento de grande angústia.
Larch: não se arrisca, pois acha que vai fracassar. Sentimento de inferioridade e falta de confiança em si.

Willow:
extrema tristeza, pessimismo, ressentimento. Sente-se injustiçado pela vida e tem vergonha de si.
Pine: sentimento de culpa pelas falhas dos outros. Exigente consigo.

Oak:
pessoas fortes que se esquecem do lazer e só pensam em trabalhar.
Elm: quando a pessoa se sente sobrecarregada e sem forças para continuar suas tarefas.
Crab Apple: melhora a auto-estima. Para pessoas que sentem vergonha de si.
Preocupação

Rock Water:
muito rígido consigo mesmo. Precisa sempre ser um exemplo para todos.
Beech: crítico e intolerante com os outros.
Chicory: egoísta, possessivo e superprotetor.
Vervain: excessivamente esforçado, dono da verdade e entusiasmado. Aquele que quer converter todos as suas idéias e crenças.

Vine:
dominador e inflexível, que passa por cima de tudo e de todos, como um tirano. Exige obediência absoluta e governa pelo medo.

Rescue Remedy

floral rescueEdward Bach criou uma fórmula especial chamada Rescue para ser utilizada em casos de emergência como acidentes ou traumas. Rescue contém cinco Florais de Bach: Star of Bethlehem (para o choque), Rock Rose (pavor), Impatiens (estresse), Cherry Plum (perda de controle) e Clematis (perda de consciência).

girassol

 CONHEÇA OS FLORAIS PARA ANIMAIS

cachorro florais

 

florroxa

FLORAL DE BACH PARA ANIMAIS

 

AGRIMORY – Animal atormentado por picada de pulgas ou carrapato – inquieto, morde suas feridas. Não gosta de viajar de carro.
ASPEN – Animal com terror de causa desconhecida, medo de trovões, chuvas fortes, bombas.
BEECH – Cães que latem e choram constantemente, rosnam e atacam desconhecidos. Gatos que urinam objetos novos que chegam na casa.
CENTAURY – Animal que fica atrás tutor – não se defende, se deixa agredir por outro cão. Para lutar contra uma enfemidade, depois de acidente, parto difícil.
CERATO – Animal desatento, que se distrai facilmente. usado para obdecer o tutor.
CHERRY PLUM – Animal que se stressa com pessoas estranhas, outros animais, ruídos fortes, viagem de avião – cão que se morde sem parar, persegue o rabo, tira sutura cirúrgica, destrói jardins da casa, muito nervoso.
CHESTNUT BUD – No adestramento – para o animal não repetir os erros, estimular a memória emocional e o aprendizado. Tirar maus hábitos – cães que saltam nas pessoas, correm atrás dos carros, mordem sapatos.
CHICORY – Enfermnidade para chamar a atenção (psicossomática) – Mães possessivas pela cria e seus tutores – falsa gravidez (pseudociese) cães que não ficam sozinhos, querem total atenção.
CLEMATIS – Para aumentar a concentração no adestramento – animal apático e sonolento – Para cães de guarda ficarem alertas.
CRAB APPLE – Animal que foi maltratado, abandonado e está muito perturbado – gato intoxicado.
ELM – Cães e gatos quando são engaiolados – para viajar de avião, trocam de casa ou tutor.
GENTIAN – Animal na qual todas as crias nascem mortas – restabelecimento pós-cirúrgico.
GORSE – Animal desprezado por um câncer, caso cirúrgico, artrite.
HEATHER – Quer dormir na cama do tutor, centro das atenções. Chora por companhia, não tolera solidão. Sempre tem motivo para latir.
HOLLY – Ciumento, bravo, maltratado, late para todos, agressivo com outros da mesma casa – desconfiado late muito, ciumento quando o tutor está com outros cães.
HONEYSUCKLE – Animal que está hospitalizado, foi vendido ou levado a outro lugar, perdeu seu querido tutor ou a sua parceira.
IMPATINS – Nervoso, impulsivo, ansioso antes de qualquer exposição. Para qualquer tipo de dor.
LARCH – Maltratado e apanhou muito, tem falta de confiança em si mesmo. Esconde-se.
MIMULUS – Animal que tem medo de tudo, pessoas, trovão, barulhos, dominado por outro, se escondem, latem muito – gato nervoso.
MIUSTARD – Depressão no cio, velho que prefere ficar só, e se alguém o incomoda ele morde.
OAK – Animal stressado por artrite, dificuldade de levantar-se quando está descansando. Animal que jamais se queixa.
OLIVE – Animal enjaulado que se esgota tentando fugir. Stress.
PINE – Animal que assume uma culpa sempre que o tutor está irritado, mesmo que a culpa não seja sua.
RED CHESTNUT – Mãe excessivamente preocupada com seus filhotes eseu tutor.
ROCK ROSE – Animal stressado, assustado que late para todos por medo.
ROCK WATER – Animal intransigente, ruim para comer.
SCLERANTHUS – Animal com problemas de equilíbrio.
STAR OF BETLHEHEM – Trauma emocional por ter perdido o tutor, abandonados, maus tratos, ferimento grave. Quer consolo.
SWEET CHESTNUT – Ativo, obrigado a permanecer num espaço pequeno, isolado.
VERVAIN – Hiper ativos, tensos, excitados, que não param de latir, briguento, desafiante.
VINE – Animal que domina os mais fracos e os mais jovens, cães dominantes que latem muito no seu território.
WALNUT – Floral de mudança de tutor, casa, para romper laços com antiga residência, cadelas e gatas gestantes, viagem de carro, avião, trovões, ruídos fortes.
WATER VIOLET – Animal que quando doente, prefere estar solitário, aflito pela morte do tutor. Gato orgulhoso, aflito pela morte do tutor. Gato orgulhoso, independente, que sempre se mantém só ou afastado, sem intenção com seu tutor.
WILD OAT – Animal que estraga a casa, que faz xixi nas cortinas porque está aborrecido.
WILD ROSE – Animal apático, velho, arisco ou mal humorado.
WILLOW – Cão que ignora seu dono, porque o deixa só. Gato ressentido que urina na cama por algo que seu tutor tenha dito.
RESCUE REMEDY – Cão que não se deixa tocar, mordedor e desconfiado das pessoas. Se perdeu ou trocou de lugar, infestação de carrapato e pulgas, emergência física e mental reviver um animal dado por morto.

Fonte: Esta lista de Florais de Bach com informações  para o uso em animais foi obtida a partir do Material informativo produzido pela Farmácia Erva Doce.

Anúncios